Buenos Aires

Olá Pessoaaass! Ói eu aqui traveiss: Bela! Hoje vou falar sobre a viagem que fiz na páscoa para Buenos Aires. Sim, meu namorado é meio argentino (pai argentino, mãe brasileira)… não, nós não fomos pra lá visitar a família dele. Até pretendemos um dia fazer essa viagem, mas a família dele é de Tucuman, que fica beeeem longe de Buenos Aires. Resumão… como meu namorado disse pro taxista quando soube que ele tinha família lá: eles não são porteños (é isso né amore?) Vou começar a falar sobre a viagem contando primeiro o que nos levou para lá. Bom, eu e o Ramon somos estudantes universitários pobres, que vivem economizando pra poder voltar pra casa e visitar os pais de tempos em tempos então não fomos pra lá porque tava sobrando ouro e decidimos ter uma páscoa diferente… Tá bom vai, nós não somos tãoooo pobres assim, e a gente ama viajar, mas pra poder viajar sempre, a gente procura promoções nos grupões da vida… E ano passado, em novembro, o Ramon achou uma promoção que a Turkish Airlines estava fazendo para Buenos Aires nessa data, aí ele me ligou empolgado e de impulso nós compramos como um presente mútuo de 2 anos de namoro! Sem saber de hotel e também sem fazer idéia de que essa data seria páscoa. Mas enfim… compramos e depois fomos decidir onde ficar e etc… Então pra começar certinho contando de toda a viagem, vou começar antes mesmo de embarcarmos: E desde já peço que vocês se lembrem ao longo do post que fomos pra Buenos Aires na intenção de gastar apenas o necessário.

 

Direto para o aeroporto:

A gente tinha três jeitos de ir para o aeroporto: de ônibus daqueles que sai da paulista e vai direto pra guarulhos, de táxi ou de carro e deixar o carro no estacionamento lá. Excluímos o táxi de cara, porque é muito caro… R$100,00 a ida e mais R$100 a volta; pesquisamos o preço do ônibus e o preço dos estacionamentos que ficam por lá e o ônibus para duas pessoas ficaria mais caro do que deixar o carro em algum lugar que não seja do próprio aeroporto e que tenha transferi de ida e volta. Ficou decidido que deixaríamos o carro no estacionamento então… e para ser bem específica, deixamos o carro no MultiPark novo que abriu em Guarulhos… e sim, eles dizem que é 3min do aeroporto, mas não é tá? Fica a uns bons 15min de van/carro, o que não muda muita coisa e é pertinho ainda… Mas bom, vou deixar o link do site aqui caso vocês queiram estacionar o carro seja lá pra qual viajem vocês fizerem. As taxas da diária lá variam de R$8 a R$15 reais, depende se a vaga é coberta ou não. E a van passa de 20 em 20min para levar ou trazer do aeroporto; além disso, você leva a chave com você e pode ou reservar a vaga online/por tel, ou chegar lá no dia (com tempo de sobra para seu vôo). Abaixo está o link desse lugar, que eu e o Ramon achamos que foi o melhor custo benefício que encontramos.

http://www.multipark.com.br/multipark-estacionamento-aeroporto-de-guarulhos/

 

Turkish Airlines: 

Logo que compramos as passagens, já sabíamos o que esperar: um avião desconfortável, com poltronas que iriam apertar nossas pernas e transformar a viagem de 3hrs em uma tortura de 3hrs cm comidas péssimas que daria diarréia ou coisa pior (foi mal pela descrição gráfica)… Mas nos surpreendemos totalmente! Os bancos eram bem confortáveis e reclinavam um pouco a mais do que em outras companhias (que no caso sinceramente não tinha como reclinar menos né?); as opções de filmes e séries da tv eram bem recentes e nada daquela mesquinharia de ter que pagar pra ver qualquer filme; a comida era também muito boa, a gente tinha um menu pra escolher o que queria comer, que ia de massa a comida vegetariana, e tinha opções pra escolher vinhos, cervejas e até whiskys (também sem custo adicional), e isso tudo com talheres de verdade! nada daquela porcaria de plástico que quebra na primeira tentativa de se cortar a carne… Enfim, essa companhia é maravilhosa, fomos bem servidos e atendidos e tínhamos um bom tanto de conforto mesmo estando em classe econômica. Então essa companhia vai decididamente ser sempre uma possibilidade pra qualquer viajem internacional que eu fizer.  

Avião

Avião

Chegamos:

Quando chegamos em Buenos Aires, já era mais de 10 da noite e só queríamos chegar no hotel o mais rápido possível! Logo que pegamos as malas e saímos, fomos abordados por pessoas oferecendo táxis, e aceitamos logo a primeira oferta: BIG MISTAKE! Quer dizer, não foi tão ruim assim… o carro era um pau velho da companhia de táxi, mas chegamos em segurança ao hotel, o problema é que pagamos meio caro pelo transporte…a viagem custou mais de 300 pesos e deveria ter custado no máximo 250… Na hora nós não pensamos direito e aceitamos logo de cara porque não queríamos procurar transporte fora do aeroporto, por medo de sermos assaltados (não é neurose, isso realmente tem acontecido muito à turistas em Buenos Aires). Então no fim pagamos caro pela nossa segurança… Mas para a volta nós conseguimos o contato de um motorista particular chamado Miguel que cobra um preço super bacana e que eu posso inclusive passar o contato dele pra quem for… mas vou falar sobre ele mais pra frente…

 

O Hotel:

Finalmente chegamos no hotel… e estávamos com um pouquinho de pressa porque a gente queria ir em uma balada nesse dia pra não sermos um casal de velhinhos que dorme as 10 da noite e acorda as 6 da manhã… hehe Mas bem… falaremos sobre a balada mais pra frente… O hotel se chama The Village Garden Apart Hotel… o número do endereço fornecido pelo site booking.com estava errado, e ficamos confusos porque apesar de termos achado o hotel, eles não eram tão organizados e marcavam as reservas em papel e então é claro que eles não acharam a nossa logo de cara… Mas apesar disso eles foram super atenciosos, o problema é que no fim eles só tinham quartos maiores do que aqueles que a gnt ia pegar antes e disseram que o preço ia aumentar, o que não seria legal pra gente… Mas o atendente foi atrás do gerente e ele deixou o quarto grande ficar pelo preço inicial e no fim da estadia o gerente acabou achando a nossa reserva… A localização do hotel é perfeita! Bem no centro, a dois quarteirões do obelisco, a três do teatro Colon, a quatro da Praza de Mayo, Casa Rosada, a Catedral, da Calle Florida e outros tantos lugares turísticos de lá. Essa localização foi perfeita porque no domingo nós amanhecemos na balada e consequentemente  acordamos mega tarde mesmo fazendo força pra sair da cama… Então a pé mesmo fizemos todo esse roteirinho turístico e vimos todos os principais pontos do centro…

Mas voltando a falar sobre o hotel… na diária está incluso o café da manhã, que é bem gostoso por sinal (peçam pelas medias lunas e fiquem viciados como eu!) e sustenta bastante. O quarto é super espaçoso… tem uma salina, uma cama grande e bem aconchegante, o banheiro é super espaçoso também. O hotel em si é bem antigo, mas passa longe de ser daqueles hotéis de filme de terror com baratas e afins… é uma gracinha, super aconchegante e super limpo! Não tirei foto do quarto… my bad! Ou seja, vale a pena, o custo benefício é perfeito na minha opinião. Então aqui vai o link para fazer reservas pelo booking.com… só se lembrem de ligar lá e confirmar a reserva pra não acontecer o mm que aconteceu cm a gnt…

http://www.booking.com/hotel/ar/village-garden-apart.pt-br.html?aid=318615;label=New_Portuguese_ROW_Hotel-5FqDh3sdy7W%2AFDW8KZbntgS18361046185%3Apl%3Ata%3Ap1%3Ap2%3Aac%3Aap1t1%3Aneg%3Akw_inurl%3Abooking.com%2Fhotel%3Aws%3D;sid=7344e8637a0af0ddc32eb10cde4780da;dcid=4;ucfs=1;srfid=030abcf845bc470511c0ee195748dcd602631821X1

 

Boliches!!

Pachá - Buenos Aires

Pachá – Buenos Aires

Gente, vou falar aqui mais ou menos o que meu namorado leu em um outro blog sobre um brasileiro que explora baladas pelo mundo… Se você é minimamente jovem, não tem filhos ainda ou tem onde deixá-los… você vai querer sair em Buenos Aires!

Pra começar a falar sobre baladas nessa cidade, preciso que vocês esqueçam a idéia de que brasileiros são festeiros… porque não, não se compara aos argentinos de Buenos Aires (não sei do resto da Argentina) !

As baladas abrem à 1 da manhã e fecham às…….. sei lá que horas que fecham, não tem hora pra fechar… ficam lá tocando puts puts ou reggaeton até todo mundo resolver ir embora.

Roupas- gente, não sejam bobinhos como a sua querida Belinha aqui que foi se achando com um salto 15! Na Argentina, diferente do que acontece no Brasil e nos EUA (e acredito que em outros lugares do mundo, só n tenho como afirmar isso), as pessoas vão pra balada para DANÇAR, e não pra fazer desfile de moda… e pra dançar, querem estar confortavelmente fashion… ou seja, sim, eles tem um estilo próprio de se vestir quando saem pra se divertir, mas as meninas definitivamente deixam seus saltos guardadinhos em seus armários e abusam de sapatos de plataforma, botas e até tênis… ou seja… CONFORTO!

Sério… eu me senti idiota logo que cheguei porque percebi que tava entrando numa fria cm um salto daqueles vendo todas aquelas meninas sem salto… e não deu outra! Eu fiquei umas 3 semanas cm os dedos e parte do pé dormente, e foi difícil colocar o pé no chão no dia seguinte! Sim, eu fiz o maldito alongamento que se faz depois de usar salto, coloquei água quente, água fria, fiquei com o pé pra cima e nada disso adiantou! O porque mais óbvio deve ter sido o fato de que chegamos por volta de 00:30 e fomos embora às 7 da manhã… pois é!

A balada que fomos chama-se Pachá… lembra alguma balada brasileira? Pois é ela mesma! A que já esteve em SP! Bom, eu nunca fui na Pachá daqui, mas a de lá parece um castelo! É gigantesca e tem dois ambientes! É uma bela de uma monstrinha e deu até um friosinho na barriga antes de entrar! Mas diferente das baladas extravagantes de SP, ela não foi um absurdo de cara para entrar (não sei se para os Argentinos seria um absurdo de acordo com o custo de vida deles, mas acredito que sim), tanto que acabamos comprando até a área vip, ganhamos uma garrafa de champagne com energético (uma combinação que eu nunca tinha experimentado, mas que gostei muito e indico pra quem gosta mais pra doce do que pra azeda/amarga) e compramos mais duas garrafas depois…

Club Pachá

Club Pachá

Total dessa noitada para os dois juntos? US$75 + 140 pesos de táxi

E olha como terminamos nossa noite… lindo nascer do sol no porto voltando para o hotel!

Nascer do sol

Nascer do sol

Turistando por aí:

Bom, deve ser óbvio para vocês que depois de uma noite na Pachá, bebendo, dançando e vendo o sol nascer, foi difícil madrugar pra bater perna por Buenos Aires né? E foi… Depois de muito custo nós decidimos sair da cama, chacoalhar a canseira e partir por aí (na verdade o que fez a gente levantar MESMO foi a fome monstra que nós dois estávamos porque bem, não comíamos nada desde o que comemos no avião no dia anterior). E assim fomos em busca de algum lugar que nos serviria comida e aceitasse dólar em apagamento porque não fizemos câmbio e era domingo… Mas atravessando a rua tinha McDonald’s e mais um monte de restaurantes e fiquem despreocupados: não fomos direto no Mc! Eu queria comer algo que fosse da Argentina e o Ramon sugeriu as empanadas que eu sempre jurei que fossem iguais as empadas brasileiras, mas que na verdade é um salgado que parece um bauru misturado com pastel assado… n sou boa de descrição de comida! Mas bem… vejam por si mesmos:

Empanadas

Empanadas

E o Ramon pediu pra tomar uma fanta que só tem lá e que eu sinceramente não gostei porque é um pouco amarga… mas sei lá, se você for pra Argentina, vale a pena provar por si mesmo né?!

 

Fanta Pomelo

Fanta Pomelo

Uffa… depois de encher o bucho, a gente foi andar por aí… o obelisco na verdade a gente já tinha visto na noite anterior indo pra Pachá, mas aí decidimos parar pra tirar uma foto decente… E bem na hora o que tava rolando??? Uma passeata pedindo que parassem com a briga de pitbulls com direito a um monte de pitbulls lindos! Bom, quem me conhece sabe exatamente o que eu tenho a dizer sobre briga de cães ou de qualquer outro animal né? Quer ver briga? Vai ver MMA, vai você mexer com a namorada de alguém em um bar, se dá um murro na cara ou qualquer outra coisa que NÃO envolva um bichinho indefeso que não merece ser maltratado e colocado nesse tipo de situação! Aparentemente na Argentina esse tipo de coisa é bem comum então taí os ativistas tentando fazer a parte deles orientando as pessoas e resgatando esses animais.

Passeata

Passeata

Outra coisa mega perto do obelisco era o Teatro Colon, que é maravilhoso! Imagina apresentar uma peça deteatro aí?? (A sonhadora né?)

Teatro Colon

Teatro Colon

Mas pra falar bem a verdade, gostei mais da praça que fica em frente ao Teatro, é uma praça meio que feita em homenagem à música clássica… inclusive tem música clássica tocando na praça! E olha o chão de piano! Ahh… eu sou suspeita, amo música e achei essa praça um lugar muito gostoso pra simplesmente sentar e apreciar o dia, que no caso estava lindo! E tem também um cercado pra levar cachorros pra brincar.

IMG_5572

Praça

Depois fomos para a Plaza de Mayo, vimos a catedral que e incrívelmente linda e a Casa Rosada. Foi uma pena, mas não sabíamos que dava para fazer uma visita na Casa Rosada… chegamos muito no final da tarde e já não dava mais pra entrar e os passeios só são feitos de fds e feriado…

Catedral

Catedral

Casa Rosada

Casa Rosada

Depois de visitarmos os locais mais próximos do hotel, nós fomos para a Recoleta porque pela internet vimos um show que tem lá na frente do Hard Rock Cafe chamado ‘Fuerza Bruta’, que é como o ‘Cirque du Soleil’… então promete, né?

Nós chegamos cedinho na Recoleta então decidimos passear um pouco por lá antes do show, até porque tinha uma feira na praça do Centro Cultural da Recoleta(que pelo que percebi só acontece de final de semana, porque voltamos na segunda e a feirinha não estava mais lá…). Gente, nessa feira eu comprei um casaco maravilhoso por US$80, e o casaco é perfeito, acabamento impecável… do tipo de casaco que se fosse comprar em alguma loja aqui no Brasil custaria R$600 no mínimo!

O problema de passear antes é que na hora de comprar os ingressos, eles não aceitavam dólar e nós não tínhamos peso o suficiente pros dois ingressos… Saímos correndo pra comprar algo no Hard Rock Cafe e pegar o troco em pesos, mas quando voltamos, os ingressos estavam esgotados… ficamos muito tristes! Mas bem, fica a dica aí pra quem gosta de ver esses shows… eles esgotam rápido e também não tinha sessão na segunda… cheguem cedo, com pesos nas mãos ou então comprem antecipadamente pelo site:

http://www.fuerzabruta.net

Depois da decepção decidimos voltar pro hotel e descansar pro dia seguinte estarmos preparados pra aguentar um dia cheio de coisas!

 

Zoo Lujan:

Lhama

Lhama

Antes mesmo de pensarmos em qualquer coisa pra fazer, esse já era o tour que eu mais estava esperando fazer… até fazer! Bom, o nosso hotel foi super atencioso e marcou pra gente um tour com o Miguel, que buscou a gente no hotel na hora que pedimos e nos levou para o zoológico, ficou esperando e depois nos trouxe de volta…

Filhote de Tigre

Filhote de Tigre

O passeio foi legal… mas bem, como era de se esperar tinha fila atrás de fila para ver todos os animais… e quanto mais a gente ficava esperando, mais eu pensava no tanto de gente que entrava nas jaulas e ficava passando a mão e fazendo caras e bocas pra tirar foto com os bichinhos e foi me dando uma sensação ruim… No fim só conseguimos passar a mão no elefante, no filhote de tigre e no leão adulto… e antes pensava que se eu voltar para Buenos Aires, ia querer voltar lá pra poder passar a mão nos outros bichinhos, mas agora acho que esses pobrezinhos não merecem um monte de gente enchendo o saco deles… então não digo que não irei nunca mais, mas por hora digo que não é uma coisa que me agradaria fazer de novo…

Elefante

Elefante

Leão velhinho - 18 aninhos

Leão velhinho – 18 aninhos

 

Caminito e Bombonera:

Depois que saímos do Zoo Lujan, pedimos pro Miguel levar a gente direto pro bairro do Boca pra ver se a gente conseguiria entrar na Bombonera e depois passear no Caminito. E não é que deu tempo certinho de fazer tudo? Chegamos e apesar da fome, deixamos para comer depois de passear no estádio.. e tiramos fotos inclusive dentro do gramado! Ahhh meu namorado ficou com os olhinhos brilhando de alegria! hahahaha

Bombonera

Bombonera

O Caminito foi meu lugar preferido de toda a viagem! Olha que gracinha esse lugar colorido!! Aproveitamos para almoçar em um dos restaurantes locais que estava tendo música ao vivo e até um show de tango. Comemos uma parrilla com carnes variadas! Uma delícia! Claro que eu não pude deixar de fazer amizade com a cachorrinha atrevida que ficou secando nosso prato o tempo todo que a gente comia…

Caminito

Caminito

Luna

Luna

Acho que é importante falar pra todos que querem visitar esse lugar, para visitarem cedo o Caminito, porque assim que o relógio aponta 18:00, todas as lojas e restaurantes fecham rapidamente suas portas… perguntamos o porque disso, sendo que a rua ainda estava cheia de gente… e é porque o bairro é perigoso demais a noite… Então o que era bom se acabou cedo, mas tudo bem, porque pra noite daquele dia tínhamos marcado um jantar com show de tango!

El Querandí:

O jantar com show de tango que fomos se chama El Querandí, e foi sensacional! As pessoas chegam por volta das 21, e dá tempo de sobra de comer a salada e o prato principal antes de o show começar. O lugar é super aconchegante, não é muito grande, então tem que reservar lugar antecipadamente, e a comida é divina! Eu pedi uma salada ceaser e um invoque de rúcula e ervas… não tinha como deixar sobrar! Realmente fiquei impressionada com a qualidade dos pratos… fazia tempo que eu não comia algo tão saboroso e leve.

Show de Tango

Show de Tango

E começa o show! Foi pra fechar o dia com chave de ouro mesmo: o show relata a história do tango como música e como dança… como ele se desenvolveu no mundo, de onde ele veio e como se transformou até os dias atuais. Bailarinos e músicos extremamente talentosos e expressivos! Todos que vão para Buenos Aires pensam em assistir a um show de tango… então vá em frente e reserve esse, vocês não vão se arrepender:

http://www.argentina-tango.net/querandi_por.html?gclid=COe4vrqcl74CFUoV7AodTlAANQ

Cemitério da Recoleta:

Quando o Ramon sugeriu que visitássemos esse cemitério eu devo ter feito a maior careta de “tá doido, home? visitar morto que a gente nem conhece?”. Mas aí ele explicou que nesse cemitério estão enterrados várias pessoas públicas e importantes da história da Argentina e os túmulos também são monumentais. E são! O cemitério parece mesmo uma cidade de mortos… tem túmulos de famílias inteiras, alguns memoriais para soldados e que são verdadeiras esculturas! É realmente muito bonito… deu pra brincar de tirar fotos bonitas por lá e ver se aprendi alguma coisa na aula de fotografia do semestre passado:

Cemitério da Recoleta

Cemitério da Recoleta

Cemitério da Recoleta

Cemitério da Recoleta

A flor da Recoleta também é uma atração legal de se visitar… pra quem já está pela Recoleta, como nós estávamos… vá passear pelos parques que tem por lá, aproveite a vista e as esculturas expostas nos próprios parques. A mais conhecida é a Floralis Generica, que foi um presente de um arquiteto para Buenos Aires… ela se move de acordo com o sol, pois é feita de placas de energia solar. Achei bem interessante e bonita também.

Floralis Generica

Floralis Generica

 

Tchau, Buenos Aires:

E terminamos esse feriado nessa cidade maravilhosa assim: tomando um chope no Hard Rock Cafe…

Hard Rock Cafe

Hard Rock Cafe

Depois voltamos para o hotel e o Miguel foi nos buscar para levar para o aeroporto. Bom, não vou postar o cartão dele aqui porque eu não tenho autorização dele pra isso… mas quem quiser, sinta-se livre para pedir que aí eu passo individualmente. Mas gente, nós tivemos sorte com esse motorista… não se pode confiar em qualquer um que se diz motorista independente por lá, viu? Só aceitem esses serviços de pessoas de confiança do hotel em que ficarem, por exemplo.

 

Calle Florida:

Do dia que chegamos, todos me falavam dessa tal de Calle Florida… e assim fiz que fiz que fomos visitar esse lugar mágico de comprar… NADA A VER! Gente, comprar lá é torrar dinheiro… as coisas são todas mais caras que no Brasil… só vale a pena se for pra comprar produtos locais como artigos de couro… mas mesmo assim essa rua está com os preços todos inflacionados… E nem é uma rua legal… parece uma 25 de Março de Buenos Aires só que com coisas caras de mais!

 

Cambio e as contas?

Galerinha… vale a pena levar pesos? Sinceramente, não… é melhor levar dólar e usar os dólares em lojas e restaurantes porque a maioria aceita, e pedir o troco em pesos… isso porque esses lugares fazem um câmbio mais interessante do que casas de câmbio propriamente ditas ou se já tem o preço das coisas em dólares, o preço acaba sendo até mais em conta do que em pesos.

Uma coisa que muita gente pensa quando vai viajar é: quanto vou gastar nessa brincadeira? Bem, eu e o Ramon levamos US$1000 cada e as passagens ficaram R$1500 ida e volta para os dois, e isso deu para pagar o hotel e todas as nossas compras e aventuras por lá.. Sinceramente achei que foi um preço razoável, ainda mais pela localização do hotel, por tudo que fizemos, comemos e compramos… Não foi a mais barata das viagens… mas tivemos um bom tempinho para nos programar e juntar a bufunfa!

 

Bom, gente! Por hoje é só! Curtam, comentem, compartilhem, façam sugestões, perguntas..!

PS: foi mal esse atrasinho de um dia, sei que geralmente posto de segunda, mas estava atolada de coisas, a internet decidiu não ajudar a carregar as fotos e já está muito tarde, então amanhã termino de arrumar as fotos e coloco o post já prontinho e tento dar uma revisada tbm!

 

Beijos,

Bela Colombo

 

 

6 pensamentos sobre “Buenos Aires

  1. Post perfeito minha linda! ! Só pra desassustar o pessoal que achou absurdo os 2mil dolares que gastamos, vale lembrar que a gente esbanjou e muito, já que essa foi nossa comemoração de 2 anos de namoro! Na verdade não só esbanjar mas os passeios são caros por si só! Pensando que entre o transporte e ingresso do zoológico mais o show de tango, gastamos 400 dólares! ( o zoo de lujan fica a uma hora do centro de buenos aires então a viagem ida e volta é cara). E também tivemos o free shop que nos fez voltar a sermos pobres hahaha. Mas em resumo, essa viagem poderia ter sido feita com menos de 1000 dólares somados nós dois, se tirássemos todos vinhos, lembranças, compras, a balada vip vip vip (palavras do próprio gerente da balada), alfajores e coisas assim!
    Também vale lembrar que o câmbio oficial na argentina (casas de cambio oficiais) estava 1 dólar ~ 7,95 pesos mas como o povo do comércio quer guardar dólar, eles fazem o paralelo entre 9 e 11 pesos (sem contar que pagar em dólar espécie, ganha um desconto extra na conta!). A dica é andar com uns 200 pesos na carteira e abraçar o dólar no resto!
    Amo você minha linda, mal posso esperar pela próxima viagem!

    Curtir

    • que pretinho mais lindo!! coisas que eu esqueço de colocar no post e você me ajuda amor lindo!! Minha companhia predileta pra qualquer ocasião!!

      Curtir

  2. Maneiro! Mas se você não tivesse colocado as legendas nas fotos dos animais identificando-os, eu teria uma certa dificuldade em saber qual era cada aniaml!
    hahahahahaha

    Curtir

    • hahahaah é, ficou coisa de gente lesada mesmo… mas vai saber né? tem cada um por aí que seria capaz de pensar que o elefante era leão… hahaha

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s