LollaPalooza Brasil 2014

Olá pessoal! Essa semana sou eu, Bela, que vai publicar no blog!

Estou extremamente empolgada e com um friozinho na barriga de estar escrevendo esse post por dois grandes motivos:

1- tenho de estar no padrão do blog, depois que minha irmã fez o post de RE-abertura do Colombinado e foi um grande sucesso!

2- esse post é especial não apenas por ser sobre uma festa gigantesca, mas sim por eu ter comemorado meus dois anos de namoro nessa festa gigantesca!

Olha eu e meu amor aí felizes, e ainda cheios de energia, no começo do primeiro dia de Lolla:

Começando a comemoração

Começando a comemoração

Bom, agora que já dei motivos pra tanta empolgação em um post, vamos falar sobre o festival em si.

Esse foi o primeiro festival de música que eu fui na vida e quando foi anunciado a venda dos ingressos pela internet eu não resisti e resolvi dar esse presente de natal pra mim e pro Ramon! E foi o melhor presente de natal EVER!! Nós dois tínhamos apenas um probleminha básico: não conhecíamos nem 5 bandas que tocariam nos dois dias e as poucas que conhecíamos, também não éramos assim os maiores fans delas e sabíamos só uma ou duas músicas de cada… ahhh mas isso não nos impediu de curtir pra caramba as bandas e todas as coisas que o Lolla tinha para oferecer!

Vou começar agora a falar dos dois dias separadamente e contar minhas experiências em cada um.

Dia 1:

Esse dia foi acho que o mais emocionante e o que nós ‘menos aproveitamos’, se é que dá pra falar que aproveitamos mais um dia do que o outro… a questão é que estávamos tão empolgados com toda a situação de estar no festival pela primeira vez, juntos, comemorando nosso aniversário de namoro, que queríamos explorar todo o local e fomos extremamente ingênuos pensando que poderíamos assistir todas as bandas que pareciam legais… só que não né!?

Bom, nesse primeiro dia, a gente foi fazendo uma ‘pré’ no caminho de ida com cervejas, o que foi legal e o caminho foi super fácil de seguir da Paulista, mas também super demorado porque é longe e o trem faz muitas paradas e depois ainda tivemos de andar um tantinho…mas ainda assim valeu a pena: muito melhor do que pegar carro, ficar um tempão no trânsito, ter de encontrar um estacionamento razoável que cobre apenas um olho da cara e não os dois e mais um fígado…

Ao chegar ao autódromo, fomos logo observando os preços e fazendo as contas pra poder comprar fichas, tomar cerveja e não ficarmos tão pobres assim logo de cara… e a cerveja, melhor dizendo chopp, estava sim meio carinha por ser skol, mas também não estava com um preço excessivo. Nós fomos preparados com algumas gostosuras também pra não passarmos fome e ter de gastar com comida.  Mas, a gente se surpreendeu com os preços, que estavam bem simpáticos na verdade… e eu até quis muito uma gordisse no fim da festa, mas a fila estava tão grande que nem minha barriga teve coragem de esperar.

A dica que eu posso realmente dar sobre a cerveja, é que pra ter tudo que eles ofereciam pelos R$9,00 que estava sendo cobrado, era bom comprar cerveja no próprio bar da Skol, que era um ambiente super legal e de quebra você levava um copo de plástico… e bom, eu amo ganhar coisas nesses lugares, então fiz questão de pegar vários… hehe

Bar da Skol

Bar da Skol

Esse bar ficava, claro, nos arredores do palco da Skol, mas que por ser bem no centro do festival, acabou sendo tranquilo sair do palco Autódramo ou do palco Onix para pegar cerveja lá…

Outra coisa bem legal do palco skol era essa pista de patinação que eles montaram lá e a pista era super animada com músicas e tal… minha criança e minha derby doll interior quase não se seguraram e eu quase fui forçada por elas a dar um ‘rolê’… mas bom, nós não queríamos perder os shows, e o Ramon não patina, então não quis ser a chata que ia deixar ele de fora enquanto eu me divertia lá sozinha…

Patinação

Patinação

Bom, depois de eu ter achado tudo mágico e ter me encantado com várias coisas que eu vi no festival, era hora de correr pro palco Onix e pegar um cantinho pra curtir Imagine Dragons… só que chegando lá, não tinha mais nenhum lugarzinho decente, e quando o show começou a gente mal podia escutar o que estava tocando…

Imagine Dragons

Imagine Dragons

então decidimos levantar acampamento e ir pro palco Autódramo pra ver se ainda conseguiríamos um lugar bom pra ver o show que mais estávamos esperando no primeiro dia: LORDE!!! e…. BINGO!! Ficamos na cara do palco e foi DEMAIS! Super emocionante e o show dela foi demais! Fiquei impressionada em como ela conseguiu fazer um puta show com uma banda feita de duas pessoas além dela… e ela curte tanto o próprio show e as músicas que ela canta que é impossível não se contagiar…

Lorde

Lorde

 

Depois do show da Lorde, nós pensamos em duas opções: ver Muse, ou Kid Cudi… nosso gosto pessoal por eletrônico e black nos fez escolher Kid Cudi e assim fomos parar na tenda eletrônica! E foi demais! não estava tão cheio então ficamos bem perto do palco nesse show também, e o pessoal tava super animado então dançamos bastante lá. Depois do show do Kid Cudi fomos embora completamente esgotados… pés doendo e o sono e a fome batendo…hora de MC DONALD’S!!! HAHAHAHAHAHA

Dia 2:

Não tínhamos força pra nada, tivemos que acordar forçados e nos empurrar pra fora da cama pra poder ir no segundo dia de Lolla! Mas a verdade é que mesmo totalmente acabados, estávamos felizes em prosseguir nossa aventura!

E o dia 2 significava dia de ELLIE!!! Chegamos e o show já tinha começado… demoramos pra caramba pra se arrumar, almoçar e arrumar as coisas pra nova maratona…

Mas não teve problema porque como o show da Ellie foi no palco skol e tava um sol de rachar, tinha bastante espaço pra curtir o show numa boa… então nos sentamos na grama no fundo e foi muito gostoso… as pessoas estavam bem alegres e a Ellie é muito carismática e fez um show muito bom! Deu pra curtir mesmo com nossas pernas arrebentadas do dia anterior.

Ellie Goulding

Ellie Goulding

Depois do show da Ellie, decidimos ir pra tenda eletrônica curtir o show do Baauer e depois Krewella… a tenda eletrônica foi definitivamente nosso lugar preferido porque nunca estava muito cheia, a gente curtia as músicas mesmo sem conhecer elas e dançamos pra caramba, o bar ficava super pertinho do palco e quando ficamos muito cansadinhos, a gente se sentou na grama que também ficava perto e continuamos a curtir a música.

Ontem aproveitamos mais porque acabamos curtindo mais shows inteiros sem muita correria porque já sabíamos onde cada coisa ficava e principalmente onde nós queríamos ficar.

Fomos embora mais cedo nesse dia porque queríamos dormir relativamente cedo porque a segundona estava chegando e a gnt ia acordar mega cedo, eu pra ir pra aula, e o Ramon pra ir embora pra sua cidade =(

Mas foi super proveitoso e de quebra ainda fomos bater um rango no outback com um amigo nosso depois do Lolla!

 

O que levar:

Galerinha, como eu e o Ramon estamos acostumados a nos estrepar em eventos desse tipo, nós pesquisamos bastante antes do dia do festival, para não ficarmos irritados com pequenos detalhes que fazem toda a diferença… e bom, tudo que levamos em uma mochila teve uso e eu indico pra todos que quiserem passar um bom dia e noite no Lolla do jeito mais confortável possível.

Para começar, passamos protetor solar FPS 50 no corpo e no rosto. E na minha mochila coloquei:

-Garrafinhas de água

-Garrafa de Gatorade

-chips/batatas

-chocolates e coisinhas doces

-blusa de frio

-óculos de sol

-lencinhos de papel (nem preciso falar pra que né?)

-câmera fotográfica

Algumas pessoas levaram canga também e com certeza tem uso nesse festival, eu não levei porque não tenho…

 

Opiniões sinceras até demais:

Gente, vou dar aqui minha opinião sobre algumas coisas que presenciei no Lolla e que me deixaram meio p* da vida… mas talvez seja porque eu sou bem tradicional em relação à certas coisas… então se eu ofender alguém com esses comentários, não é pessoal, é meu jeito de ser e eu tenho direito de ter minha opinião, certo?

Vamos lá… a coisa que mais me chocou muito e que não deu pra desviar a atenção: crianças de na faixa de 10 anos de idade no Lolla… tá, tá… eles estavam com os pais, eu sei… mas isso só me fez pensar que esses pais não são muito responsáveis! Cara, se seu filho tiver menos de 16 anos, o LollaPalooza NÃO é lugar pra ele… e vou dizer o porque:

1- Não vamos ser ingênuos e fingir que não rolou drogas no lolla… porque rolou sim e à solta, e não podia ser diferente, já que a segurança nesse sentido (e em todos os sentidos) foi uma merda… qualquer um podia entrar com qualquer droga e até com armas de fogo/faca/spray de pimenta porque não houve o devido controle. Ou seja, em todo lugar tinha a tal da ‘marofa’ de maconha… E não me levem a mal, eu não fumo maconha (nem nada pra ser mais exata), mas sei que essa é a coisa mais normal que existe… e mesmo se você for a pessoa mais liberal a respeito de maconha e mesmo que você mesmo fume maconha, tenho certeza de que você não acharia certo seu filho ter contato com esse tipo de coisa tão cedo… pelo menos não tão explicitamente assim

2- Lolla Palooza é um festival gigantesco… diferente de outros shows mais tranquilos… e como já falamos que a segurança estava uma porcaria, o que é que você faria se perdesse seu filho por lá ou se alguém o sequestrasse? É, pode ser que eu esteja sendo paranóica, mas não estamos falando de adolescentes de 16 anos que tem o mínimo de noção da vida já… estamos falando de criancinhas que não tem ainda muito como se virar em situações de perigo, e que muitas vezes nem sabem que as situações oferecem riscos…

Bom, acho que acaba aqui meu comentário um tanto azedo sobre algo que me deixou meio perturbada nos dois dias de festival…

 

Críticas Construtivas:

Eu amei o festival e pretendo voltar nos próximos anos! Mas algumas coisinhas tem de melhorar para poder acomodar todos da melhor forma possível:

1- A segurança TEM de melhorar em todos os aspectos, e com isso a organização também… porque a pulseirinha de maior de idade foi entregue sem o cara ver meu RG e só no primeiro dia…no outro eu bebi numa boa sem a pulseirinha… muitas pessoas passaram mal nos dois dias, e a ambulância demorava para chegar no local… imagina um menor de idade passando por isso…

2- Os shows que são claramente mais cobiçados não deveriam ser tão perto um do outro no horário porque isso força as pessoas a deixarem um de lado ou a assistirem os dois pela metade e de um lugar ruim…

3- Mais banheiros, por favor! Em todos os palcos faltou banheiro… e os que tinham ficavam 5x mais nojentos por conta dessa falta e sinceramente eu fiz xixi em cantos escuros enquanto o Ramon fazia ‘cabaninha’ pra ninguém me ver… e acreditem, esse foi o jeito mais higiênico que encontrei pra fazer xixi…

 

Bom gente, termino esse post com mais uma foto nossa na festa, tirada no primeiro dia! Adoramos a experiência e o que ficou foi o tanto que curtimos nosso final de semana juntos e uma gripe/rinite alérgica que atacou hoje (segunda-feira pós Lolla)… Estou literalmente podre, cansada, acabada e morrendo de medo porque essa é minha semana de provas e bem, meu fds serviu pra tudo, menos para estudar hahaha mas a gente dá um jeito!

 

LollaPalooza

LollaPalooza Brasil 2014

 

Espero que vocês tenham gostado do post e sintam-se mais do que à vontade para comentar aqui as experiências que vocês tiveram no LollaPalooza Brasil 2014 e também qualquer dúvida sobre algo que eu não tenha falado, estou aqui pra responder!

Lots of love,

Bela Colombo

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s